Voltar

Décimo terceiro deve aquecer mercado imobiliário

postado em 7 de December de 2012 Blog Imob News Nenhum comentГЎrio

A liberação do pagamento do décimo terceiro salário é um grande atrativo para vários segmentos da economia. No mercado imobiliário da região não é diferente e a expectativa é de aumento nas vendas a partir do pagamento total do “salário extra”.

Segundo o delegado do CRECI (Conselho Regional de Corretores de Imóveis) do Sul Fluminense, Walmir Vitor, a expectativa é positiva, principalmente pela quantidade de pessoas em busca de um lugar para morar.

– Com o décimo terceiro, as vendas com certeza irão aumentar mais. Eu calculo que imóveis novos serão os mais procurados, porque hoje a procura é muito grande. As pessoas que puderem vão dar a entrada e algumas outras vão segurar mais esse dinheiro.

Mauro Campos, diretor de uma empresa de construção civil, disse que o décimo terceiro e facilidades de crédito ajudam a movimentar o mercado imobiliário.

– As pessoas no primeiro momento esperam quitar suas dívidas com esse dinheiro, e no segundo, já sonham em dar entrada na casa própria. Como nos últimos anos, nós esperamos que haja um aumento substancial até janeiro, de 5%, 7%, principalmente de imóveis do programa Minha Casa, Minha Vida, que são prestações de valores menores. Além disso, as pessoas esperam a saída do décimo terceiro para dar entrada no imóvel e assim complementar a venda – explicou.

Diretor de uma rede de imobiliárias do Sul Fluminense, José Francisco Medeiros disse que se comparado com outras épocas do ano, as vendas devem atingir um aumento de aproximadamente 80%, no período que vai até dezembro.

– Essa perspectiva, além de uma tendência, é também uma das nossas metas. Novembro e dezembro, em função do décimo terceiro salário, são meses favoráveis para quem pretende fechar um negócio imobiliário. A renda extra facilita e engloba o valor da entrada para compra de um imóvel. Sem falar que nessa época o cliente já se livrou de gastos fixos do primeiro semestre como IPTU, IPVA, despesas escolares, entre outros. Se esse abono de Natal já não estiver comprometido com outras contas, pode ser uma grande ajuda para quem pretende realizar o sonho da casa própria – ressaltou o diretor.

Embora o momento seja favorável para o mercado imobiliário, é muito importante que o cliente fique atento antes de fechar um negócio. É essencial que o comprador, na hora da escolha de um imóvel, leve em consideração as necessidades atuais e futuras da família – tanto na definição do local quanto no tamanho da imóvel. Outro fator que também deve ser observado é a forma de pagamento do imóvel.

– Ainda que as condições de compra encontradas sejam vantajosas, é muito importante que se faça um bom planejamento, pois o financiamento vai comprometer a renda da família por muitos anos. E para esses casos, o ideal é que a prestação não comprometa mais de 30% da renda familiar – orientou Medeiros.

Para quem pretende comprar um imóvel na planta, Medeiros ressalta que embora esse cliente tenha a vantagem de pagar menos – e ainda morar num local novo – é importante que o comprador se atente não somente para a construtora do imóvel, mas por quem a representa.

– Saber que imobiliária está negociando o projeto é fundamental. A imobiliária tem a função de além dos serviços normais da intermediação, o de agregar valor ao produto, um valor intangível e bastante importante, que é o de segurança e credibilidade. Conhecer os demais negócios da imobiliária e saber se deram certo é garantia de confiabilidade e menor risco – afirmou Medeiros que completou: “saber da atuação da imobiliária e dos negócios já assinados por ela, garante que o sonho da casa própria não vire pesadelo”.

Fonte: Redimob

ComentГЎrios